A carne louca da ‘louca’ Villar

A carne louca da Villar

Caros comensais. A moda não é minha praça, mas como minha mulher Rosângela só pensa e trabalha com isso, tive que fazer um voo rasante no maior evento de estilo da América Latina. O SPFW. Para minha surpresa, no meio de homens estilosos e mulheres bonitas (algumas magras demais), me encontrei com minha amiga e ex-colega de trabalho Villar. Numa mostra de criatividade, ela “inventou” uma moto, ou melhor um tuk tuk, onde vende sua famosa carne louca (famosa para quem trabalhou na Editora Abril).

Para quem não mora em Sampa, como umas amigas cariocas que encontramos no evento de moda paulista, carne louca é uma simples combinação de carne cozida muito tempo e desfiada. O tempero da Vilar faz toda a diferença. O segredo: só ela sabe. Uma boa quantidade dessa carne de sabor leve e no ponto, o pão fresquinho, um pouquinho maior que o pão francês tradicional, e as opções de torresmo e cebola caramelizada, matavam a fome dos fashionistas. Como falam os que sabem, a simplicidade é fundamental, a beleza também. E a moda, como sempre, combina com tudo, só depende de você.

carne louca da villar - reprodução - instagram

1

“Dediquei minha vida ao jornalismo de celebridades, mas com o tempo percebi que ‘célebre’ também pode ser uma delícia num prato ou num copo, e, assim como os famosos, os comes e bebes têm história, presente e futuro. Então, por que não escrever sobre eles no decorrer das minhas viagens por este planeta tão saboroso?”

Fotos: Reprodução Instagram