Croque-monsieur, o saboroso francesinho gourmet

Um deliciosa releitura do sanduíche, com abobrinha e presunto-cru

Croque-Monsieur de abobrinha e presunto-cruPara ser autentico ele tem que fazer ‘croc-croc’ quando você morde.

No menu de qualquer respeitável café parisiense, você encontrará este emblemático sanduíche: o croque monsieur. Sua base é nada mais é do que um misto quente sofisticado. Existem muitas versões sobre a origem dessa delicia francesa. Conta-se que trata-se de uma adaptação muito melhorada do Welsh Rarebit, sanduíche que nasceu no século XVIII, no País de Gales, gratinado ao forno e coberto com molho branco. Como geralmente acontece, os franceses criaram uma releitura de lanchinho, transformando-o numa maravilhosa iguaria.

Outra versão fala de origens indígenas. Foi na Austrália que encontramos um traço do mais antigo do croque-monsieur: os aborígenes nômades consumiam sua caça do dia pressionando a carne entre duas fatias massa de trigo tostadas num fogo da madeira, usando uma chapa feita de madeira e ferro.

06Segundo a poderosa enciclopédia Larousse Gastronomique, o croque-monsieur apareceu pela primeira vez na França, em 1910, num bar inglês chamado Le Trou Dans le Mur, localizado no Boulevard des Capucines, em Paris. No início, os ingredientes usados eram apenas presunto, queijo gruyere e pão frito na manteiga.

Uma outra versão, bem mais fantasiosa, diz que o croque-monsieur é uma criação de um cozinheiro real. Um antigo conto popular vai mais além e garante que o sanduiche foi inventado por trabalhadores franceses que, acidentalmente, colocaram um prato de pão sobre radiadores aquecidos. Na hora do almoço, ao pegar seus lanches, notaram que o queijo havia derretido sobre os pães, cobrindo-os completamente. Depois do susto, eles perceberam que, se querer, haviam criado uma delícia

5197086_1GGO croque-monsieur encantou os mais diferenciados paladares. Em seu livro Sombra das Raparigas em Flor, de 1919, Marcel Proust faz referência ao lanche. No filme Simplesmente Complicado (It’s Complicated, de 2009) Meryl Streep vive Jane, proprietária de uma pâtisserie que, numa noite de revival com Adam (Alec Baldwin), seu ex-marido, serve um croque-monsieur que faz o cara suspirar de prazer.

Atualmente, o prato ganhou inúmeras variações, mas o segredo é deixar o pão no forno ficar bem crocante e dourado. Além disso, o queijo precisa derreter e escorrer pelos lados do pão.

Em uma das noites gastronômicas do Vamos Falar de Comida, o chef Rosny chegou em casa com a proposta de prepararmos uma versão desse famoso lanchinho gourmet. Era uma noite diferente, estávamos apenas eu, Maely e o big boss chef. E lá fomos nós pra cozinha, empenhados em dar vida à este croque-monsieur de abobrinha e presunto cru. Gente, é de comer ajoelhado e suspirando. A receita está ai na sequência, logo depois das fotos e do vídeo.

Fotos: Vinicios Costa

Nossa versão do Croque Monsier

No menu de qualquer respeitável café parisiense, você encontrará este emblemático sanduíche: o croque monsieur. Aqui nossa releitura desse tradicional sanduíche. Pode preparar pois você não vai se arrepender.

  • Tempo Total: 20m
  • Serve: 1
  • Rendimento: 4 porções

INGREDIENTES

  • Para o molho Béchamel:
  • 8 Fatias Pão de forma
  • 8 Fatias Presunto royal
  • 30 g Mostarda Dijon
  • Para a montagem:
  • 160 g Queijo parmesão finamente ralado
  • 250 g Queijo gruyère finamente ralado
  • 1 UN Cravo da Índia 1 unidade
  • 1/2 UN Cebola
  • 1 UN Folha de louro
  • Q.b. Noz moscada
  • 720 mL Leite integral
  • 5 g Farinha de trigo
  • 25 g Manteiga sem sal
  • Q.b. Sal e pimenta-do-reino

MODO DE PREPARO

  1. Numa panela pequena derreta a manteiga e doure levemente a farinha de trigo para assim fazer um roux.
  2. Aqueça o leite juntamente com a noz moscada, a folha de louro, a ½ cebola inteira e o cravo.
  3. Proceda para molho Béchamel, hidratando a farinha com o leite quente.
  4. Cozinhe por 5 minutos, desligue o fogo e acrescentar o queijo Gruyère e o queijo parmesão. Misture tudo muito bem.
  5. Numa frigideira aquecida doure delicadamente as fatias de pão de forma.
  6. Posteriormente, espalhe uniformemente a mostarda Dijon e cubra cada pão com 2 fatias do presunto royal.
  7. Cubra-os com a outra quantidade de queijo gryuère e finalize com as demais fatias de pão douradas.
  8. Cubra com o molho de queijo, um pouco mais de queijo gruyère e leve ao forno para gratine.
  9. Sirva imediatamente.