Fish and Chips, a tradição londrina que todo mundo ama

NovidadeQuer saber o que existe Amy Winehouse, Beatles, Michael Jackson, Winston Churchill e George Orwell tinham em comum? Eles amavam este prato!

Todas as segundas-feiras, uma das primeiras coisas que faço ao acordar é mandar mensagem para o nosso grupo Vamos Falar de Comida no Facebook, pra começar a discussão sobre qual prato faremos na próxima quinta. Nossas ideias passeiam pela culinária de todo mundo, sem censura nem limites. Nosso objetivo é um só: comer bem, muito bem!

Assim aconteceu dia desses, quando decidimos promover uma noite “Street Food” com sotaque britânico. Menu da noite: Fish and Chips e cerveja. Perfeito!

Um velho prato que todo mundo adora!

Eu, com minhas manias de sempre tentar descobrir histórias sobre os pratos, amei saber que os Beatles também era chegados nesse prato e até incluíram em um de seus vídeos, cenas de bastidores nas quais aparecem mandando ver numa bela porção do popular peixinho.

A história desse prato que é a refeição favorita da Grã-Bretanha começou há mais de 150 anos. São muitas as versões sobre a origem desse prato. Há quem garanta que o primeiro registro de uma loja de peixe com batatas fritas em Londres, data de 1860 ou 1865. Outras versões creditam o feito à pequena Mossley, lojinha localizada em Lancashire (no norte da Inglaterra), criada em 1863.

Com o crescimento da pesca com rede (conhecida como arrastão), os pescadores que antes trabalhavam somente em águas profundas – usando linha e focados nos peixes grandes – passaram a oferecer uma variedade de ótimos peixes, em vários tamanhos e grandes quantidades. Os preços, que antes eram altos, caíram graças ao desenvolvimento do transporte ferroviário, que tornou possível levar o produto para o interior e comercializa-lo em maior escala.

Hoje, em todo o Reino Unido, estima-se que existem mais de 10.500 pontos de venda especializados nesse prato (chamados de chippies ou chip shops). Anualmente são vendidas 300 milhões de porções. Essa simples combinação de peixe empanado com batatas fritas, geralmente servida num canudo de papel jornal, representa um mercado que emprega cerca de 60.000 pessoas na terra governada pela rainha Elizabeth II.

E não pense que a lista dos apaixonados por esse peixinho limita-se aos carnívoros. Lembro de ter visto vários lugares vendendo o “vegetarian fish and chips”, feito com tofu e incrementado com temperos variados.

Simples sim, mas infinitamente gostosa. Ir à Londres e não provar o seu famoso fish and chips é considerado uma ofensa. Eu prefiro dizer que é uma grande burrice, pois essa comidinha, nada leve, é realmente uma delícia e encanta muita gente, gente famosa inclusive.

Além dos simples mortais, muitos notáveis expressaram sua paixão por essa comida. Em seu livro The Road to Wigan Pier (lançado em 1937), George Orwell colocou o fish and chips na lista de pequenas luxurias capazes de tornar a vida suportável e contornar uma revolução, Michael Jackson amava comer o prato com ervilhas e Winston Churchill o chamava de “os bons companheiros”. Este vídeo promocional que eu embedei abaixo foi gravado em 1965. Ver John, Paul, George e Ringo devorando porções de fish and chips no intervalo das gravações faz a gente ficar com vontade de fazer o mesmo.

Neste outro vídeo, encontramos Amy Winehouse – devidamente protegida por seu segurança – comprando uma porção delivery na The Royal Catch, em Camden Town. Esse era um dos lugares preferidos e, nesse dia, ela não deu a menor bola para os fotógrafos, que fizeram a festa enquanto ela esperava por seu pedido.

Aqui as fotos do nosso fish & chips:

Deu vontade? Quer fazer em casa? Aqui vai a nossa receita!

Fish & chips VFC
Serves 4
Tempo médio de preparo: 40 minutos Classificação: prato principal Grau de dificuldade: fácil Rendimento: 4 porções
Avalie este Receita
Imprimir
Para a massa
  1. Farinha de trigo - 200 g
  2. Açúcar refinado - 12 g (ou 1 colher de sopa)
  3. Cerveja amarela - 60 ml
  4. Ovo (separar as claras e as gemas) - 2 unidades
  5. Leite integral - 90 ml
  6. Água - 90 ml
  7. Sal - Qb
Para as batatas fritas
  1. Batata Asterix, Monalisa ou Holandesa - 4 unidades
  2. Óleo vegetal para fritura - Qb
Para o peixe
  1. Pescada branca - 4 unidades
  2. Molho Worcestershire (ou molho inglês) - Qb
  3. Suco de limão Siciliano - 1 unidade
  4. Mostarda Dijon - 1 colher de sopa
  5. Farinha de trigo para empanar - Qb
  6. Sal - Qb
Instruções
  1. Para a massa: num mesmo bowl misture a farinha de trigo peneirada e o açúcar. Acrescente a cerveja, as gemas e o sal. Misture bem.
  2. Junte o leite integral e a água e incorpore nessa massa aos poucos até obter uma consistência espessa. Bata as claras em ponto de neve e junte delicadamente nessa massa. Reserve.
  3. Para as batatas fritas: descasque as batatas e corte-as em bastões de 1 cm de espessura. Deixe-os de molho em água por uns 30 minutos para remover bem o amido, assim ficarão mais crocantes e não colam entre si.
  4. Aqueça o óleo vegetal a 160°C e frite-as. Deixe-as escorrer. Aumente a temperatura para 180°C e frite-os novamente até ficarem castanhos e crocantes.
  5. Seque-os em papel toalha e tempere-os com sal.
  6. Para o peixe: tempere os filés de peixe com sal, molho inglês, suco de limão e a mostarda Dijon. Polvilhe farinha de trigo. Mergulhe-os na massa e frite-os durante uns 4-5 minutos até dourarem.
  7. Sirva-os imediatamente com as batatas fritas.
Vamos Falar de Comida! http://vamosfalardecomida.com.br/
Consultoria: Phiroza Gastronomia
Fotos: Vinicios Costa
Agradecimento: Hideko Honma