Restaurante espanhol é eleito o melhor do mundo

O DOM, do brasileiro Alex Atala caiu 2 posições.

Espanhóis e Italianos estão em festa. Eles ocupam respectivamente o primeiro e segundo lugar no ranking 2015 do The Word’s 50 Best Restaurants, feito pela revista britânica Restaurant desde 2002.

O grande vencedor foi o El Celler de Can Roca, da cidade catalã de Girona. O segundo lugar ficou com a Osteria Francescana, em Modena, do chef Massimo Bottura.

O restaurante DOM, do chef Alex Atala, caiu duas posições em relação ao ano passado e agora ocupa o 9º lugar. Outro brasileiro presente na lista é o Maní que está na 41ª posição.

Os vencedores foram anunciados durante um evento realizado no último domingo, 31 de maio, durante cerimônia realizada em Londres.

O número 1

Restaurante El-Celler-de-Can-Roca

Restaurante espanhol El Celler de Can Roca, o melhor do mundo 2015

Localizado na cidade catalã de Girona o El Celer de Can Roca foi fundado em 1986 pelos irmãos Roca Joan (chef), Jordi (pâtisserie) e Josep (sommelier). Eles definem o lugar como “um restaurante de cozinha estilo livre, com uma cozinha de liberdade, comprometida com a arte criativa, sem sacrificar a memória de gerações de antepassados ​​da família dedicados a alimentar as pessoas”.

O comunicado oficial com o nome dos vencedores afirma que os irmãos criaram “um fenómeno gastronómico” combinando a cozinha tradicional catalã com métodos que estimulam os sentidos, as emoções e as memórias. “Curiosidade e criatividade levaram os Rocas de volta ao topo”, diz o site oficial do The Word’s 50 Best Restaurants.

Muito legal o vídeo abaixo, que mostra a rotina do El Celer de Can Roca.

O Juri

A escolha dos 50 melhores é feita por um júri internacional com 972 chefs, críticos gastronômicos e proprietários de restaurantes. Cada integrante vota em sete restaurantes onde comeram pelo menos uma vez nos últimos 18 meses. Três dos escolhidos precisam estar localizado fora do seu país de origem.

Protestos

Petição Occupy 50 Best

Petição Occupy 50 Best, contra a eleição dos 50 melhores restaurantes do mundo

O método de escolha já rendeu protestos ao redor do mundo e se transformou em uma petição lançada na internet para pedir aos “parceiros públicos e privados do ranking que parem de financiar e apoiar esta lista opaca”.

No primeiro dia no ar, mais de 360 pessoas assinaturas a lista, entre eles o famoso chef francês Joël Robuchon e o italiano Giancarlo Perbellini. Uma grande parte dos protestos vêm da França, país que nos 4 anos de premiação, nunca foi agraciado com o título de melhor restaurante.

O movimento chama-se Occupy 50 Best (Ocupar os 50 melhores) e foi criado pela blogueira de gastronomia Marie Eatsider, a documentarista Hind Meddeb e o publicitário Zoé Reyners. A petição exige que os patrocinadores deixem de financiar o prêmio alegando que “o ranking mistura parcialidade, autopromoção e sexismo. “Parem de financiar e apoiar este ranking opaco, sexista e complacente que coloca o nacionalismo culinário à frente da qualidade”, diz o manifesto.

Os protestos têm fundamento, pois alguns dos chefs da lista integram a lista de jurados, e entre os 50 eleitos em 2014. Outro detalhe importante: As mulheres tem uma premiação à parte da lista principal. Este ano a vencedoras foi a chef chef francesa Hélène Darroze.

O Brasil está representado no protesto com a assinatura de Paola Carosella, do restaurante Arturito, em São Paulo, conhecida também como jurada da versão brasileira do reality show Master Chef.

A lista completa dos 50 melhores:

1 – El Celler de Can Roca Girona, Espanha
2 – Osteria Francescana Modena, Itália
3 – Noma Copenhagen, Dinamarca
4 – Central Lima, Peru
5 – Eleven Madison Park New York, Nova Iorque
6 – Mugaritz San Sebastián, Espanha
7 – Dinner by Heston Blumenthal, Londres
8 – Narisawa Tokyo, Japão
9 – D.O.M. São Paulo, Brasil
10 – Gaggan Bangkok, Tailândia
11 – Mirazur Menton, França
12 – L’Arpège Paris, França
13 – Asador Etxebarri Atxondo, Espanha
14 – Astrid y Gastón Lima, Peru
15 – Steirereck Vienna, Áustria
16 – Pujol Mexico City, México
17 – Arzak San Sebastián, Espanha
18 – Le Bernardin New York, EUA
19 – Azurmendi Larrabetzu, Espanha
20 – The Ledbury London, Reino Unido
21 – Le Chateaubriand Paris, França
22 – Nahm Bangkok, Tailândia
23 – White Rabbit Moscow, Russia
24 – Ultraviolet by Paul Pairet Shanghai, China
25 – Fäviken Järpen, Suécia
26 – Alinea Chicago, EUA
27 – Piazza Duomo Alba, Itália
28 – The Test Kitchen Cape Town, África do Sul
29 – Nihonryori RyuGin Tokyo, Japão
30 – Vendôme Bergisch Gladbach, Alemanha
31 – Restaurant Frantzén Stockholm, Suécia
32 – Attica Melbourne, Austrália
33 – Aqua Wolfsburg, Alemanha
34 – Le Calandre Rubano, Itália
35 – Quintonil Mexico City, México
36 – L’Astrance Paris, França
37 – Biko Mexico City, México
38 – Amber Hong Kong, China
39 – Quique Dacosta Denia, Espanha
40 – Per Se New York, EUA
41 – Maní São Paulo, Brasil
42 – Tickets Barcelona, Espanha
42 – Boragó Santiago, Chile
44 – Maido Lima, Peru
45 – Relae Copenhagen, Copenhaga
46 – Restaurant André Singapore, Singapura
47 – Alain Ducasse au Plaza Athénée Paris, França
48 – Schloss Schauenstein Fürstenau, Suiça
49 – Blue Hill at Stone Barns Pocantico Hills, EUA
50 – The French Laundry Yountville, EUA

Comments

comments